28 fevereiro 2011

Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição.
É ser forte como o que é rubro e negro como o que é total. Forte e total, crescer em luta, peleja, ânimo, e decisão.
Ser Flamengo é deixar a tristeza para depois da batalha e nela entrar por inteiro, alma de herói, cabeça de gênio militar e coração incendiado de guerreiro. É pronunciar com emoção as palavras flama, gana, garra, sou mais eu, ardor, vou, vida, sangue, seiva, agora, encarar, no peito, fé, vontade. Insolação.
Ser Flamengo é morder com vigor o pão da melhor paixão; é respirar fundo e não temer; é ter coração em compasso de multidão.
Ser Flamengo é ousar, é contrariar norma, é enfrentar todas as formas de poder com arte, criatividade e malemolência. É saber o momento da contramão, de pular o muro, de driblar o otário e de ser forte por ficar do lado do mais fraco. É poder tanto quanto querer. É querer tanto como saber; é enfrentar trovões ou hinos de amor com o olhar firme da convicção.
Ser Flamengo é enganar o guarda, é roubar o beijo. É bailar sempre para distrair o poder e dobrar a injustiça. É ir em frente onde os outros param, é derrubar barreiras onde os prudentes medram, é jamais se arrepender, exceto do que não faz. É comungar a humildade com o rei interno de cada um.
É crer, é ser, é vibrar. É vencer. É correr para; jamais correr de. É seiva, é salva; é vastidão. É frente, é franco, é forte, é furacão. É flor que quebra o muro, mão que faz o trabalho, povo que faz país.”

ARTUR DA TÁVOLA

Homenagem a Nação Rubro-Negra!!!

Fonte: www.blablagol.com.br/ser-flamengo

CAMPEÃO DA TAÇA GUANABARA 2011 - INVICTO

20 fevereiro 2011

PENSAMENTO

Penso... logo existo...
nesse mundo louco
onde os pensamentos flutuam
em constante movimento.
Penso... e por mais que pense,
nunca consigo achar respostas 
para todas as minhas perguntas,
que fervilham em minha cabeça...
Alguns pensamentos não tem nexo
e nem conexo e se pudesse pinçá-los 
da minha cabeça, talvez houvesse 
agora ao meu lado um saco cheio 
deles...
Talvez assim a minha cabeça pudesse
deixar de ferver...

by Mylla Galvão

18 fevereiro 2011

JANELAS DA VIDA

Da minha janela da vida,
eu vejo o que eu deixei para trás...
vejo meus amigos:
fiéis ou não,
vejo meus erros e meus acertos.
Muito mais erros do que acertos,
Vejo minhas caídas, 
meus tombos imensos,
Mas noto também 
que ao lado deles, sempre há
uma mão para me erguer,
uma mão que me ajuda a levantar...
Vejo flores em minha vida,
em profusão... de cores variadas,
em todos os matisses...
Vejo todos da minha família,
os que aqui permanecem e
aqueles que se foram, deixando
grandes lições a serem aprendidas...
Vejo tudo e quando as fecho,
um leve perfume permanece no ar...
O perfume do futuro...
by Mylla Galvão

14 fevereiro 2011

O MUNDO

Vejo o mundo...
quadrado, redondo,
pequeno, grande...
Vejo o mundo 
colorido, sombrio,
triste, alegre...
Eu vejo o mundo,
Tem muitas pessoas 
que apenas observam o mundo,
deixando-o passar de largo,
sem enxergá-lo verdadeiramente...
E você? Enxerga ou vê o mundo?
by Mylla Galvão

11 fevereiro 2011

FELICIDADE É...

Felicidade é sentir-se de bem com a vida,
é sorrir sem motivo aparente,
é ver a vida colorida,
é sentir-se ingênua como uma criança...
é sentir o peito batendo frenéticamente.
é ver o dia, a noite, mais leve...
é enxergar possibilidades no fim do horizonte...
 
by Mylla Galvão

05 fevereiro 2011

VIDA

Vivo a vida,
curto a vida
Reverencio a vida...
Mas cuido também do meu coração,
amo e sou amada,
cuido do meu amor
com carinho, compreensão
e quando juntos queremos 
reverenciar a Vida...
Gritamos bem alto:
OBRIGADO DEUS!

by Mylla Galvão

02 fevereiro 2011

CONTRASTE

Dentro de mim:
frustrações
tempo perdido
desilusão
tristeza...
Contrastando com 
a fluidez, a harmonia,
a paz...
Um duelo intermitente
se trava,
e por muitos dias
duelarão em meu coração
que não sabe 
para que lado pender,
E ora num, ora noutro
vive a vida enclausurado...
Como num constante 
CONTRASTE!
By Mylla Galvão

E PENSAR QUE...

E pensar que um dia eu acreditei que era possível que você me aceitasse, não como mãe, pois que já tinhas uma... Talvez como amiga,...