Google+ Followers

30 novembro 2011

CIDADE



Caminhando pela balaustrada,
vejo a cidade fluindo 
ao meu redor...
carros passando,
gente andando.
uns calmamente,
outros apressadamente.
Alguns sozinhos,
outros acompanhados...
De repente o sol filtra 
entre os prédios 
dardejando seus raios quentes,
e uma leve brisa farfalha 
as folhas das palmeiras
que margeiam a balaustrada...
sinto o vento frio no rosto,
como um cálido beijo
do tempo que
vejo fluindo na cidade.

by Mylla Galvão

18 novembro 2011

QUAL A DIFERENÇA ENTRE OBAMA E HITLER?


Branco,
amarelo,
verde, 
azul,
vermelho,
negro...
Todas são cores...
Aliás... o negro é considerado a junção de todas as cores
bom isso né?
Se o negro é a junção de todas as cores,
Porque tanto preconceito?
Porque tanta discriminação?
O sangue que corre nas veias de um negro 
não é vermelho, como o do branco?
Qual a diferença entre Obama e Hitler?
A não ser a cor da pele e a consciência de cada um?
A cor, minha gente, não muda o jeito de ser das pessoas...
A cor, é apenas uma cor...
O que faz as pessoas diferentes...
é a PERSONALIDADE, as IDEIAS...

MUDE VOCÊ TAMBÉM...

SEJA LIVRE...

DO PRECONCEITO...

by Mylla Galvão

14 novembro 2011

DIVAGAÇÃO


Minha mente divaga
sai de foco
e perambula por 
inóspitos caminhos 
caminhos tortuosos
caminhos inconscientes,
labirínticos
caminhos palmilhados
passo a passo 
ou
numa louca correria
Minha mente divaga
e escuto o professor ao longe
tenta passar um conhecimento,
massacrante, desinteressante...
O tempo está quente
A sala abafada
E o seminário torturante...
Lá fora o céu azul,
O sol escaldante, chamativo...
um banho revigorante,
um suco gelado...
E a minha mente que divaga 
por caminhos inóspitos...

By Mylla Galvão

O poema foi feito num sábado, na faculdade onde faço pós-graduação aos sábados...

02 novembro 2011

PERFUME DE AMOR


lençóis vermelhos 
sobre a cama...
e rosas, pétalas 
brancas a cobri-la.
de repente...
num repente relâmpago,
nos enroscamos nela...
no nosso amor,
no nosso suor
as pétalas e rosas 
grudam em nós...
nossa capa,
nosso perfume de amor...

by Mylla Galvão