18 dezembro 2014

TEMPO DE NATAL... DE NATIVIDADE DE JESUS...



Estrela de Belém...
Assim será o meu Natal,
Uma grande estrela a iluminar 
este dia tão festivo.
Jesus já nasceu em mim,
quando vi minha estrelinha sorrir de novo;
ainda tenho o som de sua risada a ecoar em 
meus ouvidos...
Estrela que triste ficou,
emudeceu,
chorou...
Estrela que viu a morte rondar e partir,
duas vezes em um mês,
levando com ela,
o porto seguro dele...
Em último sinal,
jogou as fotos no lixo e gritou enraivecido:
acabou!
morreu...
e mais lágrimas escorreram...
Meu coração se partiu,
Ainda vejo os cacos no chão...
Ainda recolho-os cuidadosamente para 
poder colar, cada um em seu lugar...
Minha esperança é poder formar
um novo coração.
Estou começando a sentir a esperança 
renascer em mim...
Primeiro os olhos brilharam,
depois o sorriso apontou, aflorou e saiu:
como o Cristo que aponta e renasce em cada coração!Esse é o meu Renascimento para a vida...
O Renascimento para Deus, para mim mesma e para mandar a tristeza embora...
O Cristo com certeza já Renasceu em mim!

by Mylla Galvão


Desejo a todos os meus seguidores e amigos da blogosfera... Um Natal de Renascimento total de Jesus em cada coração...

Feliz Natal!!!


12 dezembro 2014

Blogagem Coletiva de Natal - Rosélia Bezerra


Meu maior presente de Natal?
Eu já ganhei...
Uma gargalhada espontânea e alegre do meu irmão especial!
Parece estranho a você?
Para mim não...
Para mim representa todo um esforço de tirá-lo de dentro do abraço da tristeza, em que ele mergulhou!
A cada lágrima que ele derramava, eu me doía por dentro; impotente...
A cada olhar vazio e triste dele, eu tentava passar para ele, uma confiança que eu não tinha;
uma força que eu não possuía...
um sorriso que eu não conseguia firmar em meu rosto!
Se ele estava mergulhado na tristeza;
me encontrava pior que ele.
No entanto... Tinha que inventar uma força que estava longe de sentir; esconder minha dor para passar segurança que eu nem sabia de onde tirava...
Eu me "fazia de forte", mas por dentro só havia um poço escuro e triste...
Mas ao ganhar o maior presente de Natal desse ano - a gargalhada dele - percebi que uma nova janela se abria para mim, neste ano negro... 
"Um som alegre, delicioso, contagioso..."
Um som há muito tempo esperado...
E um novo vislumbre de esperança nasceu em mim!

by Mylla Galvão

Este texto faz parte da V Interação de Natal


20 novembro 2014

CHEGAR... FICAR... IR...


Se quiser chegar... "Seja bem vindo"!

Se quiser ficar... vou gostar!

Mas se quiseres partir, não ou te reter, pois todos temos o

nosso caminho e o nosso destino a cumprir!!!

Mylla Galvão









30 outubro 2014

FADAS... BRUXAS... ABÓBORAS,,,


Fadas?
Bruxas?
Abóboras?
Caldeirões...
Uma pitada de amor,
Uma colher de carinho
Um abraço apertado e
muitos beijinhos...
O QUE DÁ?

Um coração acorrentado,
onde o cadeado, velho e enferrujado
perdeu a chave...
E agora como se libertar disso?

21 outubro 2014

...


PEDRAS E MAIS PEDRAS...
VÊM SEMEANDO-ME O CAMINHO...
Algumas pedras eu juntei e coloquei no saquinho;
outras simplesmente descartei pelo caminho... Quem sabe tenham utilidade para alguém?
Um dia farei um altar com elas...
Um altar? - Dirão uns?
Porque não um castelo ou um caminho?
E eu responderei... 
Um castelo é muito grande para mim. 
Prefiro a humildade.
E um caminho, 
já palmilhei diversos... 
E nunca me levaram a lugar algum.
Um altar servirá para eu louvar ao Senhor. Agradecer os altos e baixos da vida. 
Da minha e dos que passaram comigo, ao meu lado ou mesmo longe. 
Mas ajudará aos outros entenderem que só acreditando em Deus, tendo fé nele e ajudando ao próximo... 
Chegaremos mais ou menos "perto dele"!!!

By Mylla Galvão

06 outubro 2014

CAMINHO TORTUOSO



Ano duro...
ano de provas
ano de dor...
caminho tortuoso,
cheio de lágrimas...
sigo com garra,
com a ajuda de Deus,
dos amigos e de mim mesma...
A cada mês,
uma luta diferente...
uma dor diferente.
mais funda,
menos ou mais dolorosa...
E a minha dor, transformo em poesia,
pois assim
eu consigo saborear mais e dirigir
minha vida de forma
mais constante e natural...

by Mylla Galvão

04 outubro 2014

AS FACIES DA MORTE



Acordamos assustados... atônitos... catatatônicos
sem acreditar na triste notícia daquela terça-feira
e quando se definiu o lugar e a hora,
a fila se formou...
e as máscaras, começaram a desfilar
umas verdadeiras
genuínas...
outras, tão falsas quanto seus personagens!
A hora da morte é dia de tristeza
"ninguém vai notar"
"eu vou"!
"eu não"!
"era boa pessoa"
"mas péssimo governante"
"como médico excelente"
E as máscaras compungentes na cara,
desfilando incólumes
ante ao caixão e seus familiares
Abraços sinceros, mascarados, politizados,
todos queriam carregar o caixão...
cortejo de despedida,
milhares de clientes, gente do povo...
Por que há tanta falsidade no mundo Senhor?
Por que quem não gosta, coloca uma "máscara" e chega a apertar a mão do morto e derrama "lágrimas de crocodilo"?
Quer enganar a quem?
O povo? 
Não! Ou talvez sim...
Pois tem memória curta!
E a dor da família?
Ninguém entende?
Ninguém se solidariza com ela?
Os Amigos! Só os verdadeiros amigos, percebem e sentem a dor, a perda e angústia... 
Aqui não há máscaras... Há apenas A M I Z A D E!!!

by Mylla Galvão

17 setembro 2014

FRUSTRAÇÃO


Me preparei tanto, criando linhas e caminhos a seguir
e me perdi no buraco da frustração,
Da ilusão
Da mágoa
Da dor...
E o medo?
Perdeu-se ou tornou-se pequeno
diante de tanta mágoa...

by Mylla Galvão

07 setembro 2014

DOIS CORAÇÕES



A HISTÓRIA COMEÇA COM DOIS CORAÇÕES...

e esses corações tornam-se uma família de 
muitos corações


Foram 14 gestações... Mas destas, apenas 06 vingaram!
E esses seis seres formaram uma linda família até que o coração maior (a mãe) falou para o outro coração (o pai)
que estava grávida de mais um coração...
gravidez difícil, ovário policístico...
os outros corações falaram
para o coração pai, que depois desse último coração,
não haveria outros... 
A fábrica iria fechar para sempre!
Pois bem esse coração nasceu...


Esse coração nasceu triste...
de "olhos tristes"...
e vivendo nessa vida cheia de corações,
o pequeno coração passou a amar cada coração de um
modo diferente e desigual: uns mais e outros menos...
E depois, de tantos anos, muitos desses corações fizeram outras famílias... e ...
os velhos corações partiram...
A casa ficou triste, velha e cheia de ecos...
E mais alguns anos se passaram...
E muitos foram os corações que passaram pelo 
"coração triste"
Os outros corações, ficaram velhos e adoeceram...
O "coração triste" fez um pequeno coração.
sem pai? não... os três corações criaram o coração do coração triste...
Mas um dia, em menos de uma semana (na missa de sétimo dia) do outro coração;
o coração mais velho partiu, assim... de repente...
Deixou um "vazio" dilacerante...
no "coração triste"!
E esse coração que era triste...
espalhou e continua espalhando amor por toda
a sua família!

by Mylla Galvão



22 agosto 2014

EU CREIO... POIS SE NÃO FOSSE ELE... SUCUMBIRIA!


Eu creio...
Creio no Deus do Impossível,
pois se não fosse por Ele
já teria caído nas trevas
há muito tempo...
Ele tem dado provas
muito difíceis e junto a Ele, tenho
tentado chegar ao meu equilíbrio
para conseguir seguir em frente...
Descobri uma fé em mim, que achava
impossível.
Me chamam de forte, de guerreira...
Mas sabe?
Eu queria mesmo ser tudo isso!
Eu queria ser essa fortaleza toda que todo 
mundo fala, mas só meu rosto sabe as lágrimas 
que tenho derramado, escondido para suportar
a solidão que essas perdas me fizeram!
Aprendi a não discutir as ordens Dele.
Mesmo que com isso meu coração seja dilacerado
pela dor...
Ainda tenho missões duras pela frente!
Missões que serão amparadas por Ele.
Ainda preciso vencer o amargor de um coração que 
precisa aprender a perdoar uma pessoa,
que um dia foi-me muito cara...
Ainda tenho que trazer para a luz um ser que 
ficou muito tempo esquecido.
Ainda tenho que vencer obstáculos que 
muitos achariam intransponíveis... mas
que precisam ser concluídos.
Eu creio que esse Deus do impossível sempre estará ao meu lado.
Me ensinando, me amparando, me consolando...
Conto também com o amor de sua Mãe!
Vivo um dia de cada vez, um passo por dia.
sem pensar no futuro e tentando esquecer o passado.
E àqueles que me chamam de forte e de guerreira,
verão o meu crescimento espiritual...
Com humildade e sem orgulho;
Com bondade e com caridade...
Sempre em Favor de meu Próximo!

by Mylla Galvão

Esta poesia faz parte da blogagem "Delicadezas de Deus" - aqui

 aqui

12 julho 2014

A FÉ QUE ME MOVE


A fé que me move
é a mesma que sempre morou 
em mim...
não a conhecia,
não sabia assim tão forte...
mas é ela que me move
ultimamente...
ela me dá forças
para seguir em frente,
para ajudar as pessoas
para confortar e consolar.
Como se não fosse eu que precisasse
ser consolada ou confortada...
Eu prefiro doar a receber...
prefiro ajudar do que ser ajudada
E essa fé, que me amadureceu,
me carregou nos braços,
nesses dias tristes,
nessas duas perdas irreparáveis...
foi essa Fé que me cercou de carinho
e cuidado...
E é essa a Fé que me move,
me impele a seguir sempre em frente,
a buscar sempre mais e mais
horizontes infinitos,
mais conhecimentos,
mais tudo
mais vida e mais AMOR!

by Mylla Galvão

01 junho 2014

MORRER? VIVER?



Morrer?
do que se morre?
de verdade mesmo?
quando o colocam num caixão,
cobrem-no com flores,
há coroas, lágrimas,
família
amigos que há muitos não víamos
ou viver?
em outro lugar,
em outro planeta,
reaprender sobre nossos erros,
sobre nossas quedas
alegrar-se com nossos aprendizados
deixar para trás o preconceito,
a raiva, a tristeza...
Aprender a perdoar...
É tão difícil né?
Mas não impossível...
"Para Deus nada é impossível!"

by Mylla Galvão

16 abril 2014

MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO - 24ª Edição


UM CONTO REAL
Em meu quarto
penso...
por que devo me entregar 
a um casamento sem amor?
para pagar uma dívida de meu pai?
não sou uma mercadoria
que ele pode pôr e dispor
quando quer...
por que eu tenho que obedecer uma pessoa
que nunca me deu um carinho,
um abraço,
nunca me chamou de filha?
por que eu tenho que aceitar
uma pessoa que eu não conheço?
a violar meu corpo
por dinheiro?
ser esposa... mãe... avô...
e acabar meus dias enterrada em um
lugar onde nunca fui,
onde não conheço ninguém?
onde eu sou a única diferente de todos?
Não posso compactuar com os pensamentos de meu pai!
Não posso jogar minha vida pela janela!
Se o faço é pelo amor de minha avô...
que me tem como filha...
ela me embalou, me contou histórias...
de minha mãe...
que infelizmente morreu
assim que eu nasci!


Mylla Galvão

Este texto faz parte da blogagem do M@myrene

22 março 2014

O QUE HÁ POR TRÁS DESSE OLHAR?



viver... palavra forte e bela...
é a vida que segue
é o que coração anseia...
por vida...
mas observe bem esse olhar,
o que se passa por ele?
alegria momentânea?
alegria do álcool?
ou verdadeiramente alegre?
a perguntaria melhoria se eu trocasse a palavra 
"olhar" por "coração"?
um novo amor?
ou amor novo?
amor pela "Vida"?
quem conhece verdadeiramente esse olhar,
poderá dizer
o que há nele
ou que se passa nele...
eu apenas pergunto;
será que eu sei o que se passa por ele?
será que ele está se abrindo de novo?
será que há vida "verdadeira" nele?
quem conhece esse olhar sabe me responder...

by Mylla Galvão

09 março 2014

PALAVRAS PERDIDAS, CAÍDAS


Palavras perdidas,
mal ditas
incompreendidas
caídas...
por elas,
perdi um amigo,
um irmão;
um coração...
NÃO!
talvez mais de um...
o que a sinceridade não faz,
ela desperdiça o tempo e 
o espaço
Palavras que achei que virariam 
sorrisos
gargalhadas...
Mas que feriram...
A um e a outros
Magoaram
Laços foram rompidos,
talvez para sempre
De que adianta o perdão?
Mas perdoo
porque o rancor
dói mais...
Eles perdoam?
Não sei...
Eles desculpam?
Também não sei...
Mas o amor aqui dentro continua;
o laço partido nunca será rompido
pois que nossas almas renasceram
entrelaçadas...
A amizade... nunca mais será a mesma
sempre haverá brechas para a incerteza...
Mas o perdão pelas palavras
mal ditas
ficarão...
gravadas em meu coração!

Mylla Galvão

Poesia dedicada a um ex-amigo, que se foi pelas palavras mal ditas e nunca perdoadas...

MÃES...#52SEMANASDEGRATIDÃO

O MUNDO QUERIA QUE AS MÃES FOSSEM ETERNAS, ETERNAS PARA AMAR, PARA CUIDAR, PARA PROTEGER SUAS CRIAS, SEUS FILHOS, MAS DEUS EM SUA I...