16 abril 2014

MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO - 24ª Edição


UM CONTO REAL
Em meu quarto
penso...
por que devo me entregar 
a um casamento sem amor?
para pagar uma dívida de meu pai?
não sou uma mercadoria
que ele pode pôr e dispor
quando quer...
por que eu tenho que obedecer uma pessoa
que nunca me deu um carinho,
um abraço,
nunca me chamou de filha?
por que eu tenho que aceitar
uma pessoa que eu não conheço?
a violar meu corpo
por dinheiro?
ser esposa... mãe... avô...
e acabar meus dias enterrada em um
lugar onde nunca fui,
onde não conheço ninguém?
onde eu sou a única diferente de todos?
Não posso compactuar com os pensamentos de meu pai!
Não posso jogar minha vida pela janela!
Se o faço é pelo amor de minha avô...
que me tem como filha...
ela me embalou, me contou histórias...
de minha mãe...
que infelizmente morreu
assim que eu nasci!


Mylla Galvão

Este texto faz parte da blogagem do M@myrene

E PENSAR QUE...

E pensar que um dia eu acreditei que era possível que você me aceitasse, não como mãe, pois que já tinhas uma... Talvez como amiga,...