Google+ Followers

30 dezembro 2009

FELIZ ANO NOVO - MARI AMORIM

Venha 2010 e que
Tenhamos

Um novo florescer.
Que não haja trevas
Nem noites insones.
Que diante da dor
Não nos deixemos
Curvar.
Que nas lutas diárias
Haja um brado
De ousadia
E fé.
E que a Sua mão
Senhor Deus
Traga-nos sempre
Um afago
E amparo.
Amém!
Mari Amorim



Este poema a Mari Amorim me enviou como mensagem de boas vindas ao ano de 2010 e eu o estou colocando aqui no Lua Imaginada como uma homenagem a ela... Uma querida amiga...
Este link me foi passado por ela:

http://felinodamadrugada1.blogspot.com

27 dezembro 2009

SONETO DA FIDELIDADE


De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinicius de Moraes

Fonte: www.opensador.info


Vou começar a semana falando de AMOR... Quer coisa melhor? E optei pelo Vinícius porque amo este Soneto...
Então vamos saboreá-lo...

25 dezembro 2009

HOMENAGEM A MINHA MÃE...


Mãezinha - só uma


Tantas estrelas, no céu, estão brilhando,
tantas conchinhas brincando com o mar,
tantos carneiros no campo pulando
e passarinhos voando a cantar.

Tantas abelhas fazendo zum-zum,
e borboletas azuis a voar,
tantas gotinhas de orvalho na grama,
mãezinha - só uma eu tenho para amar.

George Cooper



22 dezembro 2009

NATAL !!!

Tempo de ajudar a si mesmo,
Tempo de perdoar aqueles que te fizeram mal,
que te magoaram...
Tempo de mudanças internas
De olhar para dentro de você
e perceber erros e falhas...
De perguntar a si mesmo:
O QUE EU POSSO FAZER PARA ME
TORNAR UM POUCO MELHOR
NO ANO QUE VEM?
Natal...
Tempo de renascimento...
Para o Mundo...
Para si mesmo...
Para os outros...
Mas nenhuma mudança pode ser melhor
do que aquela que você opera
em si mesmo...
Mudar de dentro para fora,
Nos faz refletir...
Em quanto somos humanos e o
quanto somos falíveis...
Não somos perfeitos,
Somos apenas HUMANOS!!!


FELIZ NATAL!!!

19 dezembro 2009

NATAL DO MENINO DEUS !!!


Natal!

Jesus nasceu!

E o homem esqueceu!

O homem vive a se aturdir

Ele já não pode ouvir!…

O homem só quer ganhar

Ele já nem se lembra de partilhar!…

O homem quer intensamente viver

Ele já não pode ver!…

O homem não consegue falar

O medo o faz gaguejar!…

Natal!

Jesus nasceu!

Mas o homem não percebeu!

Jesus falou:

Homem,

Abra seu coração

E fique à espreita, com atenção.

Vim sob a forma de mendigo

E preciso urgente ser reconhecido.

Homem,

Abra seu ouvido

Ouça o clamor do povo sentido

Que grita a fome

Que mata e consome!…

Homem,

Abra a sua inteligência

Deixe que fale a sua consciência.

Eu sou a justiça, a verdade, o amor,

Misturo-me em tudo, na alegria e na dor.

Eu sou aquele jovem incompreendido

Que no vício, procura à vida dar sentido.

E sou a criança em formação

Que tantas vezes se perde na escuridão.

Homem,

Eu estou em tudo

Não me pise, deixe-me brotar…

É Natal, eu nasci!…

Vim, porque quero ajudar!…

Hoje é dia de amor

Pense homem, em seu grande valor…

Abra seus olhos,

Abra seus ouvidos…

E estará como eu o quero…

Comigo!…

Juntos, de mãos dadas pela vida,

Quanta coisa bonita a ser erguida…

Coisas que só o amor consegue construir

Quando o manto do egoísmo, você deixar cair!

Natal,

Jesus nasceu

E o novo homem

O recebeu!

Carmen Vervloet

Nessa Semana de Natal, vou publicar poemas relacionados ao tema, espero que reflitam bem a Data, porque para mim o Natal não é a troca de presentes em si, nem a mesa farta... Natal é tempo de PERDÃO, de RENASCIMENTO, de MUDANÇAS em nós mesmos...

Fonte:www.culturalivre.net

16 dezembro 2009

O VESTIDO DE LAURA


O vestido de Laura
é de três babados,
todos bordados.

O primeiro, todinho,
todinho de flores
de muitas cores.

No segundo, apenas
borboletas voando,
num fino bando.

O terceiro, estrelas,
estrelas de renda
- talvez de lenda...

O vestido de Laura
vamos ver agora,
sem mais demora!

Que estrelas passam,
borboletas, flores
perdem suas cores.

Se não formos depressa,
acabou-se o vestido
todo bordado e florido!

CECÍLIA MEIRELES

13 dezembro 2009

REFLEXÃO nº 1

Ninguém sonha duas vezes o mesmo sonho
Ninguém se banha duas vezes no mesmo rio
Nem ama duas vezes a mesma mulher.
Deus de onde tudo deriva
E a circulação e o movimento infinito.


Ainda não estamos habituados com o mundo
Nascer é muito comprido.

MURILO MENDES

Fonte: Jornal da Poesia

11 dezembro 2009

AS LAVADEIRAS

As lavadeiras no tanque noturno
Não responderam ao canto da sibila.


“Lavamos os mortos,
Lavamos o tabuleiro das idéias antigas
E os balaústres para repouso do mar...
Nele encontramos restos de galeras,
Quem nos desviará do nosso canto obscuro?
Nele descobrimos o augusto pudor do vento,
O balanço do corpo do pirata com argolas,
Nele promovemos a sede do povo
E excitamos a nossa própria sede...”


As lavadeiras no tanque branco
Lavam o espectro da guerra.
Os braços das lavadeiras
No abismo noturno
Vão e vêm.



In: Poesia liberdade. Rio de Janeiro, Agir, 1947.

MURILO MENDES

08 dezembro 2009

BILHETE


Se tu me amas, ama-me baixinho. Não o grites de cima dos telhados, deixa em paz os passarinhos. Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, .....tem de ser bem devagarinho, .....amada, .....que a vida é breve, .....e o amor .....mais breve ainda.

Mario Quintana

06 dezembro 2009

SEM POEMAS


Hoje o Lua não terá poemas... Apenas o Cristo para dar sorte ao meu time do coração...

Que Deus nos ilumine!!!

04 dezembro 2009

SEGREDO

Andorinha no fio
Escutou um segredo.
Foi à torre da Igreja.
Cochichou com o sino.

E o sino bem alto
delém-dem
delém-dem
delém-dem
delém-dem!

Toda a cidade
Ficou sabendo.


Henriqueta Lisboa


Escolhi este poema por me lembrar a infância e por ser hoje uma data especial - OS SINOS DE MG - foram tombados como patrimônio cultural do Brasil!!!
E sendo Henriqueta uma poetiza mineira, faço então duas homenagens...

01 dezembro 2009

SABER VIVER


Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar

CORA CORALINA

29 novembro 2009

SALVE KARDEC !!!


Sobre a Terra de sombra e amargura
A treva espessa e triste se fizera.
A Ciência e a Fé nas asas da quimera
Mais se afundavam pela noite escura.

A alma humana de então se desespera,
E eis que das luzes místicas da altura
Desce outra luz confortadora e pura,
De que o mundo infeliz se achava a espera.

E Kardec recebe-a, sobre o abismo
Espalhando as lições do Espiritismo,
Em claridades de consolação.

Emissário de Luz e de Verdade
Entrega ao coração da Humanidade
A Doutrina de Amor e Redenção.

CASIMIRO CUNHA


Médium: Xico Xavier
Do livro: "Doutrina e Vida" - Ed. CEU

26 novembro 2009

SUICÍDIO


Suicídio, não pense nisso
Nem mesmo por brincadeira...
Um ato desses resulta
Na dor de uma vida inteira.

Por paixão, Quim afogou-se
Num poço em Guararema.
Renasceu em provação
Atolado de efisema.

Matou-se com tiro certo
A menina Dilermanda.
Voltou em corpo doente,
Não fala, não vê e não anda.

Pôs fogo nas próprias vestes
Dona Cesária da Estiva...
Está de novo na Terra
Num corpo que é chaga viva.

Suicidou-se à formicida
Maricota da Trindade...
Voltou... Mas morreu de câncer
Aos quatro meses de idade.

Enforcou-se o Columbano
Para mostrar rebeldia...
De volta, trouxe a doença
Chamada paraplegia*.

Queimou-se com gasolina
Dona Lila Dagele.
Noutro corpo sofre sarna
lembrando fogo na pele.

Tolera com paciência
Qualquer problema ou pesar;
Não adianta morrer,
Adianta é se melhorar.

CORNÉLIO LOPES

Médium: Francisco Cândido Xavier
Livro: ASTRONAUTAS DO ALÉM - Ed. GEEM


*Paraplegia: resultado de lesão medular. É a impossibilidade de locomoção do membros inferiores (pernas).

24 novembro 2009

DE ALMA PARA ALMA


Escuta, alma querida! Ante as perturbações e os impeços da vida,
Onde não possas ajudar a dissipar a treva e extinguir o pesar,
Nada fales, em vão... Uma palavra, as vezes, tão somente,
Na moldura de um gesto irreverente,
Basta para espancar o coração.
Se anotas sombra e dor, por onde jornadeias
Dá consolo e respeito às aflições alheias...
Tempo vai, tempo vem...

E assim como o carvão se faz diamante puro,
Na forja do destino, em louvor ao futuro,
Todo o mal se converte em coluna do bem.
Usa o verbo, esparzindo novas luzes,
Não condenes, não firas, não acuses!...

Onde enxergares pedra, lodo e espinho,
Cobre de paz e amor as lutas do caminho.
Lembremos nossos erros, teus e meus!...
Todos sofremos provas, alma boa,
Trabalha, serve, ajuda, ama e abençoa
E encontrarás contigo a presença de Deus.

Pelo Espírito Maria Dolores.

21 novembro 2009

TODAS AS VIDAS!


Vive dentro de mim
uma cabocla velha
de mau-olhado,
acocorada ao pé
do borralho,
olhando para o fogo.
Benze quebranto.
Bota feitiço...
Ogum. Orixá.
Macumba, terreiro.
Ogã, pai-de-santo...
Vive dentro de mim
a lavadeira
do Rio Vermelho.
Seu cheiro gostoso
d'água e sabão.
Rodilha de pano.
Trouxa de roupa,
pedra de anil.
Sua coroa verde
de São-caetano.
Vive dentro de mim
a mulher cozinheira.
Pimenta e cebola.
Quitute bem feito.
Panela de barro.
Taipa de lenha.
Cozinha antiga
toda pretinha.
Bem cacheada de picumã.
Pedra pontuda.
Cumbuco de coco.
Pisando alho-sal.
Vive dentro de mim
a mulher do povo.
Bem proletária.
Bem linguaruda,
desabusada,
sem preconceitos,
de casca-grossa,
de chinelinha,
e filharada.
Vive dentro de mim
a mulher roceira.
-Enxerto de terra,
Trabalhadeira.
Madrugadeira.
Analfabeta.
De pé no chão.
Bem parideira.
Bem criadeira.
Seus doze filhos,
Seus vinte netos.
Vive dentro de mim
a mulher da vida.
Minha irmãzinha...
tão desprezada,
tão murmurada...
Fingindo ser alegre
seu triste fado.
Todas as vidas
dentro de mim:
Na minha vida -
a vida mera
das obscuras!

Cora Coralina


Fonte: www.vilaboadegoias.com.br/cora_coralina/index.htm

ESTE POEMA DA CORA CORALINA DEDICO A NADE, PELA PASSAGEM DE SEU ANIVERSÁRIO, AMANHÃ 23/11... SEU BLOG É O ORGULHO DE SER!!!

17 novembro 2009

SINTONIA


NEGRO...
A cor de seus olhos,
o tom da sua pele...
VERMELHO...
A cor do sangue,
minha cor preferida,
O meu coração,
O seu coração...
Juntos...
Numa mesma sintonia...
Num mesmo
Ritmo...
Compasso...
O NEGRO E O BRANCO...
mesclando-se em um
único ser,
o AMOR...


by Mylla Galvão

15 novembro 2009

CORAÇÃO VAZIO


No meu coração há um vazio...
Sinto falta dos meus sonhos
dentro dele...
Restaram apenas,
lágrimas amargas,
com gosto de solidão...

Saí à rua cheia de sonhos
e voltei com desilusões...
O VAZIO... Um permanente VAZIO...

Nada de sonhos,
Nada de alegrias...
Apenas a solidão dentro do coração
Apenas um imenso VAZIO!!!

by Mylla Galvão

13 novembro 2009

UMA TAÇA DE VINHO


Uma taça de vinho tinto
tinto como o sangue...
Como minha taça de
sonhos que se quebrou...

Sorvo o vinho,
como sorvo meus sonhos
para dentro de mim...

Sinto o gosto e o cheiro das uvas,
Como eu senti,
O cheiro e o gosto da felicidade...

Um "bolo" se forma dentro de mim...
Tento afogar meus sonhos,
mas eles teimam em boiar...
dentro da taça...

Quando sorvo o restante do vinho,
dentro dela resta apenas uma gota...
E foi isso que restou de meus sonhos:
APENAS UMA GOTA!!!

by Mylla Galvão

11 novembro 2009

NA CONTRA-MÃO


Na contra-mão eu ando,
prá não ser igual a todo mundo...
Não quero destaque,
Não quero fama.
Apenas quero ser
eu mesma...
Quero a felicidade,
a mim reservada...
Quero ajudar as pessoas
a encontrarem a si mesmas...
Eu ando na contra-mão
porque não gosto de regras,
porque nunca fui "certinha"...
As minhas regras,
sou eu quem faço!!!
Quebro-as de vez em quando,
porque as pessoas mudam
Mas quem não quebra regras?
Andar no meio da multidão
e nunca ser você mesmo,
é apenas seguir o mesmo
caminho que todo mundo!
Que graça há nisso?
Andar na contra-mão,
não seguir regras,
não ser "certinha",
e também não se destacar
no meio da multidão... é
ser humilde,
ser correto,
e não esperar recompensa nenhuma...
Apenas ande e seja
VOCÊ MESMO!!!


by Mylla Galvão


10 novembro 2009

QUADRILHA



João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Carlos Drummond de Andrade

Fonte: www.fabiorocha.com.br/drummond.htm

09 novembro 2009


Oh Meu Mengão Eu Gosto De Você


Oh Meu Mengão
Eu gosto de você
Quero cantar ao mundo inteiro
A alegria de ser Rubro-Negro

Conte comigo Mengão
Acima de tudo Rubro-Negro
Conte comigo Mengão
Acima de tudo Rubro-Negro

Oh Meu Mengão
Eu gosto de você
Quero cantar ao mundo inteiro
A alegria de ser Rubro-Negro

Conte comigo Mengão
Acima de tudo Rubro-Negro
Conte comigo Mengão
Acima de tudo Rubro-Negro



Fonte: www.letras.terra.com.br

07 novembro 2009

SER FLAMENGO


Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição.
É ser forte como o que é rubro e negro como o que é total. Forte e total, crescer em luta, peleja, ânimo, e decisão.
Ser Flamengo é deixar a tristeza para depois da batalha e nela entrar por inteiro, alma de herói, cabeça de gênio militar e coração incendiado de guerreiro. É pronunciar com emoção as palavras flama, gana, garra, sou mais eu, ardor, vou, vida, sangue, seiva, agora, encarar, no peito, fé, vontade. Insolação.
Ser Flamengo é morder com vigor o pão da melhor paixão; é respirar fundo e não temer; é ter coração em compasso de multidão.
Ser Flamengo é ousar, é contrariar norma, é enfrentar todas as formas de poder com arte, criatividade e malemolência. É saber o momento da contramão, de pular o muro, de driblar o otário e de ser forte por ficar do lado do mais fraco. É poder tanto quanto querer. É querer tanto como saber; é enfrentar trovões ou hinos de amor com o olhar firme da convicção.
Ser Flamengo é enganar o guarda, é roubar o beijo. É bailar sempre para distrair o poder e dobrar a injustiça. É ir em frente onde os outros param, é derrubar barreiras onde os prudentes medram, é jamais se arrepender, exceto do que não faz. É comungar a humildade com o rei interno de cada um.
É crer, é ser, é vibrar. É vencer. É correr para; jamais correr de. É seiva, é salva; é vastidão. É frente, é franco, é forte, é furacão. É flor que quebra o muro, mão que faz o trabalho, povo que faz país.”

ARTUR DA TÁVOLA

Homenagem a Nação Rubro-Negra!!!

Fonte: www.blablagol.com.br/ser-flamengo

CAMPEÃO DA TAÇA GUANABARA 2011 INVICTO

05 novembro 2009

AS SEM RAZÕES DO AMOR




Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no elipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade



02 novembro 2009

PERDOAR SEMPRE!!!

Quero falar de uma pessoa
que me ajuda a sorrir na tristeza,
Me aquece o coração e
Me faz ver o mundo de um jeito diferente!

Me ensinou a amar o próximo,
A me reconciliar com os inimigos,
A não persegui-los...
Mas a perdoar sempre!

Mudou a minha vida
para um horizonte melhor...
Me ajudou a ver as misérias
de cada um, com um simples olhar!

Me ensinou a amar...
Um amor puro e sincero...
E a perdoar as faltas desse amor...

Essa "pessoa" é Deus!
Junto com seu filho Jesus de Nazaré,
aprendi o verdadeiro valor da VIDA!!!

by Mylla Galvão

30 outubro 2009

AMAR DE A a Z


Arrepiar

Beijar

Cadência

Desejos

Euforia

Fusão

Gemido

Homem

Incendiar

Juntar

Lamber

Mulher

Nudez

Olhar

Pele

Querer

Roçar

Sugar

Tocar

Unir

Vibrar

Xodó

Zelar


Este poema de que eu gostei muito eu copiei do Blog Eucaliptos na Janela, da minha amiga, Solange Maia. Dessa forma, eu faço uma homenagem a ela!
Parabéns Solange pela linda poesia!

28 outubro 2009

MÃOS


Mãos estendidas
entrelaçadas,
Dedos que se tocam
Sentimos juntos
a maciez do amor...
Seus dedos da cor da noite,
entrelaçados aos meus, leitosos...
Duas cores,
Dois sabores
Um amor...
Amor prá vida inteira
Amor colorido
Amor sem cor...
Você vem e eu vou...
O chocolate negro
que se mistura ao branco,
ao sabor do amor!

by Mylla Galvão

17 outubro 2009

JARDIM


Nesse jardim eu quero estar com você
De mãos entrelaçadas,
murmurando declarações de amor:
Te Amo!

Nesse jardim quero
amar você,
com volúpia e paixão

Cobrir seu corpo com
o meu corpo...
Nos refrescarmos nas
flores pelo chão...

Nesse jardim,
seremos só um...
Saciados de amor!

by Mylla Galvão

15 outubro 2009

CIGANA - NOSSA MÚSICA!!!

Um dia uma cigana leu a minha mão
Falou que o destino do meu coração
Daria muitas voltas
Mas ia encontrar você
Eu confesso que na hora duvidei
Lembrei de quantas vezes eu acreditei
Mais não dava certo não era pra acontecer
Foi só você chegar pra me convencer
Que estava escrito nas estrelas
Que eu ia te conhecer
Foi só você me olhar que eu me apaixonei
Valeu a pena esperar, esse é o grande amor
Que eu sempre sonhei

Refrão:

Vou te amar, pra sempre vou te amar
Quero seu carinho, sua boca pra beijar
Vou te amar, pra sempre vou te amar
Tudo que eu preciso só você pode me dar
Uhhhh ... Uuhuuuu ... Aaa


Foi só você chegar pra me convencer
Que estava escrito nas estrelas
Que eu ia te conhecer
Foi só você me olhar que eu me apaixonei
Valeu a pena esperar, esse é o grande amor
Que eu sempre sonhei?


Hugo Pena e Gabriel

Essa foi a música que eu escolhi para o nosso relacionamento... A letra tem tudo a ver conosco... Você faz parte de mim e eu faço parte de você... Somos como almas que se completam...

Ganhei vários selinhos do Blog Faces de Mulher e gostaria de dar aos meus seguidores doLua Imaginada. Fiquem a vontade para levá-los!!!




14 outubro 2009

ÊXTASE


Eu e você...
Você e eu...
sob a luz da lua...
branca a nos banhar...
nos saciamos...
nos amamos...
Porque entendemos
o amor,
em sua plenitude...
Amo você pelo simples
fato de existir...
Quando nossas bocas
se unem,
o mundo para,
e apenas nós dois existimos...
Quando nos amamos,
o planeta exulta em êxtase...
O êxtase do amor...
Amo você... Guilherme!!!

11 outubro 2009

CORAÇÃO PARTIDO


Meu coração sangra...
sangra de dor...
Confuso a cismar...
Caminha sobre ovos,
Cuidadosamente,
Com medo que os quebre...
Porque teme a sua perda,
Porque já não sabe viver sem você...
Mas você sufoca
esse coração com
suas palavras amargas,
E este coração sangra...
Você mora dentro dele
e não percebe, não confia...
Não há vacilos...
Não há indecisões...
Dentro desse coração só há você...
O amor desse coração é seu...
EU TE AMO
Me deixe te amar...
Não me confunda,
Não me sufoque...
APENAS ME AME...

by Mylla Galvão

10 outubro 2009

UMA PALMADA BEM DADA


É a menina manhosa
que não gosta de rosa,

que não quer a borboleta
porque é amarela e preta,

que não quer maçã nem pêra
porque tem gosto de cera,

que não toma leite,
porque lhe parece azeite,

que mingau não toma
porque é mesmo goma,

que não almoça nem janta
porque cansa a garganta,

que tem medo do gato
e também do rato,

e também do cão
e também do ladrão,

que não calça meia
porque dentro tem areia,

que não toma banho frio
porque sente arrepio,

que não quer banho quente
porque calor sente,

que a unha não corta
porque sempre fica torta,

que não escova os dentes
porque ficam dormentes,

que não quer dormir cedo
porque sente imenso medo;

que também tarde não dorme
porque sente um medo enorme,

que não quer festa, nem beijo,
nem doce, nem queijo...

Ó menina levada,
quer uma palmada?

Uma palmada bem dada
para quem não quer nada!

by Cecília Meireles


08 outubro 2009

OU ISTO OU AQUILO


Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
Ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
Ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é o melhor, se isto ou aquilo.

by Cecília Meireles


Vem aí, brincadeira nova no Vidas Linha:
22 e 23 de Outubro
mais informações: http://vidaslinha.blogspot.com

AGUARDEM!!!

07 outubro 2009

AS MENINAS


Arabela
abria a janela.

Carolina
erguia a cortina.

E Maria
olhava e sorria:
"Bom dia!"

Arabela
foi sempre a mais bela.

Carolina,
a mais sábia menina.

E Maria
apenas sorria:
"Bom dia!"

Pensaremos em cada menina
que vivia naquela janela;
uma que se chamava Arabela,
outra que se chamou Carolina.

Mas a nossa profunda saudade
é Maria, Maria, Maria,
que dizia com voz de amizade:
"Bom dia!"

by Cecília Meireles

05 outubro 2009

LEILÃO DE JARDIM - CECÍLIA MEIRELES


Quem me compra um jardim
com flores?

borboletas de muitas
cores,

lavadeiras e
passarinhos,

ovos verdes e azuis
nos ninhos?

Quem me compra este
caracol?

Quem me compra um raio
de sol?

Um lagarto entre o muro
e a hera?

Uma estátua da
Primavera?

Quem me compra este
formigueiro?

E este sapo, que é
jardineiro?

E a cigarra e a sua
canção?

E o grilinho dentro
do chão?

(Este é o meu leilão!)

03 outubro 2009

1º CONCURSO DE POESIA - BLOG OLHAR DIREITO

1º concurso de poesia Olhar Direito

Consiste no seguinte:

1- Dependendo do número de inscrições organizaremos o concurso em eliminatórias ou em fase de grupos. Mais tarde será comunicado este modelo.

2- Cada pessoa terá direito a publicar três poemas. Isto na 1ª fase. Dois deles serão temas escolhidos pelo nosso juri e o ultimo é tema livre. Cada poema será pontuado por todos os membros do Juri ( que serão 3...). A pontuação será somada e dividida em três. Depois quem alcançar melhor pontuação após os três poemas, passará à fase seguinte.

3 - O juri é composto pela Marta Sousa, Cristina Piedade Silva e Cleopatra.

4 - O vencedor do concurso terá direito a postar 3 poemas ou textos por mês durante um ano no blogue.

5 - O concurso decorrerá até Janeiro e semanalmente serão postados dois poemas. Um à Segunda e outro nas Sextas Feiras.

6- Começará dia 2 de Novembro.

7 - Deverão mandar um email para olhardireito@gmail.com , com o vosso nome, idade, email e endereço de blogue caso o possuem.


29 setembro 2009

HOMENAGEM A MINHA AMIGA SANDRA


Vai acima Um poema de minha amiga Sandra Andrade - Blogs Curiosa e Uma interação entre amigos.
Uma pequena homenagem para uma pessoa super especial!!!
Obrigado amiga pela grande amizade!!!