27 dezembro 2011

ANO NOVO COLORIDO



Eis que se aproxima o Ano Novo:
_ Estou chegando meu povo!
O que traz de bom meu amigo?
_ Trago os sonhos, as fantasias, os anseios
de um bilhão de almas!
 Só isso?
_ Achas pouco? Meu fardo é pesado!
Já lamurias? Nem bem aportastes?
_Não lamurio. Apenas aporto. Mas trago também as cores.
Cores? Que cores?
_ As cores pelas quais anseiam a humanidade!
_Azul, Amarelo, Vermelho, roxo, lilás... Cada um as apanhas, 
conforme suas necessidades e alegrias...
E as tristezas?                     
_ O que têm elas?
Não as trazes contigo? Só falastes em coisas boas até agora!
O mundo não é feito somente de coisas boas...
_ Meu amigo... O meu nome já indica: ANO NOVO!
No limiar da aurora, venho trazendo os sonhos e as fantasias de algo melhor, de um futuro alegre e próspero. As tristezas... Essas ocorrem dos erros, das quedas da humanidade!
Por isso sou longo... Por isso tenho 12 meses... Para dar a oportunidade àquele que caiu, de se levantar! Àquele que errou,
que conserte seus erros...
_ Sou generoso! As tristezas são do próprio ser humano... Eles as têm dentro de si... Têm de saber dominá-las para viver...
_ Por isso desejo a cada um ao final de um ano ruim... Um feliz ano NOVO...

By Mylla Galvão

23 dezembro 2011

NATAL


Natal...

Tempo de alegria para alguns...
tristezas para outros...
Para mim tinha um significado:
FAMÍLIA...
hj apenas mais uma data comum...
perdeu o significado...
Minha avó nasceu em 24 de dezembro,
E minha mãe faleceu nessa data.
Em meu coração restou apenas:
SAUDADE...

Como esse sorriso era doce...
como doce era seu colo, mãe...
saudades de seus afagos,
dos seus abraços,
dos seus beijos...
saudade da minha "pintinha"...
saudade da sua voz...
Apenas SAUDADES...

Este poema é dedicado à minha mãe:
Francisca Galvão Ramos

by Mylla Galvão

11 dezembro 2011

LUZ


Vejo uma caixa de fósforos 
em cima da mesa,
A cada um riscado,
um vislumbre de vida
passa diante de mim...
vejo coisas boas,
coisas ruins,
erros,
acertos...
Vejo minha família,
meus amigos,
também vejo 
meus inimigos...
as coisas ruins que eles fizeram 
pra mim, nesse ano que se finda...
Nos últimos fósforos da caixa,
vejo o meu futuro...
vejo luz nele...
luz para iluminar os meus...
luz para me dar força nessa caminhada,
luz para dar...
luz para compartilhar...
Apenas LUZ...

By Mylla Galvão

MÃES...#52SEMANASDEGRATIDÃO

O MUNDO QUERIA QUE AS MÃES FOSSEM ETERNAS, ETERNAS PARA AMAR, PARA CUIDAR, PARA PROTEGER SUAS CRIAS, SEUS FILHOS, MAS DEUS EM SUA I...