09 março 2014

PALAVRAS PERDIDAS, CAÍDAS


Palavras perdidas,
mal ditas
incompreendidas
caídas...
por elas,
perdi um amigo,
um irmão;
um coração...
NÃO!
talvez mais de um...
o que a sinceridade não faz,
ela desperdiça o tempo e 
o espaço
Palavras que achei que virariam 
sorrisos
gargalhadas...
Mas que feriram...
A um e a outros
Magoaram
Laços foram rompidos,
talvez para sempre
De que adianta o perdão?
Mas perdoo
porque o rancor
dói mais...
Eles perdoam?
Não sei...
Eles desculpam?
Também não sei...
Mas o amor aqui dentro continua;
o laço partido nunca será rompido
pois que nossas almas renasceram
entrelaçadas...
A amizade... nunca mais será a mesma
sempre haverá brechas para a incerteza...
Mas o perdão pelas palavras
mal ditas
ficarão...
gravadas em meu coração!

Mylla Galvão

Poesia dedicada a um ex-amigo, que se foi pelas palavras mal ditas e nunca perdoadas...

E PENSAR QUE...

E pensar que um dia eu acreditei que era possível que você me aceitasse, não como mãe, pois que já tinhas uma... Talvez como amiga,...