04 outubro 2014

AS FACIES DA MORTE



Acordamos assustados... atônitos... catatatônicos
sem acreditar na triste notícia daquela terça-feira
e quando se definiu o lugar e a hora,
a fila se formou...
e as máscaras, começaram a desfilar
umas verdadeiras
genuínas...
outras, tão falsas quanto seus personagens!
A hora da morte é dia de tristeza
"ninguém vai notar"
"eu vou"!
"eu não"!
"era boa pessoa"
"mas péssimo governante"
"como médico excelente"
E as máscaras compungentes na cara,
desfilando incólumes
ante ao caixão e seus familiares
Abraços sinceros, mascarados, politizados,
todos queriam carregar o caixão...
cortejo de despedida,
milhares de clientes, gente do povo...
Por que há tanta falsidade no mundo Senhor?
Por que quem não gosta, coloca uma "máscara" e chega a apertar a mão do morto e derrama "lágrimas de crocodilo"?
Quer enganar a quem?
O povo? 
Não! Ou talvez sim...
Pois tem memória curta!
E a dor da família?
Ninguém entende?
Ninguém se solidariza com ela?
Os Amigos! Só os verdadeiros amigos, percebem e sentem a dor, a perda e angústia... 
Aqui não há máscaras... Há apenas A M I Z A D E!!!

by Mylla Galvão

MÃES...#52SEMANASDEGRATIDÃO

O MUNDO QUERIA QUE AS MÃES FOSSEM ETERNAS, ETERNAS PARA AMAR, PARA CUIDAR, PARA PROTEGER SUAS CRIAS, SEUS FILHOS, MAS DEUS EM SUA I...