18 fevereiro 2011

JANELAS DA VIDA

Da minha janela da vida,
eu vejo o que eu deixei para trás...
vejo meus amigos:
fiéis ou não,
vejo meus erros e meus acertos.
Muito mais erros do que acertos,
Vejo minhas caídas, 
meus tombos imensos,
Mas noto também 
que ao lado deles, sempre há
uma mão para me erguer,
uma mão que me ajuda a levantar...
Vejo flores em minha vida,
em profusão... de cores variadas,
em todos os matisses...
Vejo todos da minha família,
os que aqui permanecem e
aqueles que se foram, deixando
grandes lições a serem aprendidas...
Vejo tudo e quando as fecho,
um leve perfume permanece no ar...
O perfume do futuro...
by Mylla Galvão

#SAUDADES ETERNAS

Nunca soube que você se chamava Fernando... Pra mim, sempre foi "Beto"... O Beto do sorrisão...  O Beto das baladas n...