18 junho 2012

POR ONDE ANDO?



por onde ando?
ultimamente por pesados caminhos
por pedras e pedregulhos,
por cima de vidros pontiagudos,
espinhos traiçoeiros...
outrora talvez eu vislumbre
um campo coberto de flores...
pétalas carminadas pelo chão,
ou ainda fofas penas...
agora...
meu grito anda preso na garganta,
meus cabelos caem em tufos,
ranjo os dentes de puro nervosismo...
talvez eu esteja andado contra o vento,
"sem lenço e sem documento"
por caminhos errados até...
mas é por este andar
que eu pretendo levar minha vida...
eu queria mesmo era ir para um
lugar deserto,
onde ninguém habita e 
poder gritar e gritar...
até ficar rouca...
e ninguém me taxar de louca!

by Mylla Galvão

E PENSAR QUE...

E pensar que um dia eu acreditei que era possível que você me aceitasse, não como mãe, pois que já tinhas uma... Talvez como amiga,...