19 abril 2010

MELANCOLIA


Uma melancolia opressa no peito,
um sentimento de solidão,
apossou-se de mim agora...
Uma saudade doída...
Uma lágrima que se perde
pelo chão...
Logo são mais de mil, de
um milhão e copioso pranto,
se esvai o meu coração...
Não me perguntem o motivo e
nem a razão,
apenas deixem-me verter as lágrimas
que por hora me inundam os olhos...
A melancolia passa e as
lágrimas secam...
Mas a saudade doída...
Essa fica presa ao coração!

by Mylla Galvão

E PENSAR QUE...

E pensar que um dia eu acreditei que era possível que você me aceitasse, não como mãe, pois que já tinhas uma... Talvez como amiga,...